Quantidade de Páginas visitadas

Orgãos Colegiados da Escola








3.1 Conselho Escolar
3.2 Direção
3.3 Equipe Pedagógica
3.4 Equipe Administrativa
3.5 Equipe de Serviços Gerais
3.6 Conselho de Classe
3.7 Conselho Representante de Turmas
3.8 Grêmio Estudantil
3.9 Associação de Pais, Mestres e Funcionários - APMF



3.1 Conselho Escolar


O Conselho Escolar é um órgão colegiado de natureza consultiva, deliberativa, avaliativa e fiscalizadora sobre a organização e a realização do trabalho pedagógico e administrativo da instituição escolar em conformidade com as políticas e as diretrizes educacionais da Secretaria de Estado da Educação, a Constituição Federal, a Nacional, o Estatuto da Criança e do Adolescente, o Projeto Político Pedagógico e o Regimento Escolar.
O Conselho Escolar é constituído por representantes de todos os segmentos da comunidade escolar e de representantes de movimentos sociais organizados e comprometidos com a educação pública, presentes na comunidade, sendo presidido por seu membro nato, o (a) diretor (a) do colégio.
O Conselho Escolar, de acordo com o princípio da representatividade e proporcionalidade, é constituído pelos seguintes conselheiros.

Presidente
Rosângela Aparecida Prestes Silva

Equipe Pedagógica
Cesar Claudino
Rosane Câmera de Souza

Corpo Docente
Adriana Antes Zuchelo
Juleide Maria Guindani

Pais
Andrei Venzon
Jery Krause

Conselho Comunitário
Noeli Lazaretti
Rosane M. dos Santos Scandolara

Alunos:
Yasmin Rodrigues
 Isabela Fernanda Gomes

Funcionários
: Marlei Bernarski Dalla Costa
                         Janete Marli B. Pauczinski

Conselho Fiscal e Deliberativo
Andrei Venzon
Jery Krause

Conselho Comunitário
Noeli Lazaretti
Rosane Maria M. dos Santos Scandolara

Funcionários
Marlei Bernarski Dalla Costa
Janete Marli B. Pauczinski

APMF

Associação de Pais, Mestres e Funcionários, é um órgão de representação dos pais e profissionais do estabelecimento, não tendo caráter político partidário, religioso, racial e sem fins lucrativos, não sendo remunerados os seus Dirigentes e Conselheiros, sendo constituído por prazo indeterminado.
A APMF é um órgão formado por membros de toda a comunidade escolar envolvidos no processo educacional, igualmente responsáveis pelo sucesso e desempenho da escola pública, que objetiva dar apoio à Direção do colégio, primando pelo entrosamento entre pais, alunos, professores, funcionários e toda a comunidade, com atividades sócio-educativas, culturais e desportivas.

Os objetivos da APMF são:

I - discutir, no seu âmbito de ação, sobre ações de assistência ao educando, de aprimoramento do ensino e integração família-escola-comunidade, enviando sugestões, em consonância com a Proposta Pedagógica, para apreciação do Conselho Escolar e equipe–pedagógica-administrativa;
II - prestar assistência aos educandos, professores e funcionários, assegurando-lhes melhores condições de eficiência escolar, em consonância com a Proposta Pedagógica do Estabelecimento de Ensino;
III - buscar a integração dos segmentos da sociedade organizada, no contexto escolar, discutindo a política educacional, visando sempre a realidade dessa comunidade;
IV - proporcionar condições ao educando para participar de todo o processo escolar, estimulando sua organização em Grêmio Estudantil com o apoio da APMF e do Conselho Escolar;
V - representar os reais interesses da comunidade escolar, contribuindo, dessa forma, para a melhoria da qualidade do ensino, visando uma escola pública, gratuita e universal;
VI - promover o entrosamento entre pais, alunos, professores e funcionários e toda a comunidade, através de atividades socio-educativas, culturais e desportivas, ouvindo o Conselho Escolar;
VII - gerir e administrar os recursos financeiros próprios e os que lhes forem repassados através de convênios, de acordo com as prioridades estabelecidas em reunião conjunta com o Conselho Escolar, com registro em livro ata;
VIII - colaborar com a manutenção e conservação do prédio escolar e suas instalações, conscientizando sempre a comunidade sobre a importância desta ação.

Representantes APMF

Alã Cleverson Godinho - Presidente
Janete Bedin - Vice-Presidente
1º Secretário - Marlei B. Dalla Costa
2º Secretário - Janete Signori
1º Tesoureiro - Sôni Mara Zardinelo
2º Tesoureiro - Erilde Maria Moro Martini
1º Diretor Sócio-Cultural - Aderson Dalla Costa
2º Diretor Sócio-Cultural - Aélcio José Braz

Conselho Fiscal e Deliberativo

1ª Representante Mestres - Juleide Maria Guindani Gehlen
2ª Representante Mestres -  Tisciana Pietta
1ª Representante Funcionários - Janete Marli B. Pauczinski
2ª Representante Funcionários - Ivone Zimmermann
1ª Representante Pais - Jocemara Franceschini
2ª Representante pais - Geni da Silva Soares
3º Representante pais - Ricardo Lopes da Costa
4º Representante pais - Ederson Roberto Dalla Costa

3.2 Direção

Identificação:

Nome: Rosângela Aparecida Prestes da Silva
Endereço: Rua Ignácio Felipe, 700
Bairro: Centro
Cidade: Marmeleiro
Estado: Paraná
CEP: 85615-000
Telefone: (46) 3525-1103
Estado: Paranã

Situação Funcional:
Vínculo: QPM 
Carga Horária: 40 horas
Estabelecimento de atuação: Colégio Estadual Telmo Octávio Müller- EF
Município: Marmeleiro – Pr

Formação:
Pedagogia
Especialização:
Educação Especial e Educação do Campo

Plano de ação

A qualidade da educação pode ser conquistada a partir de um planejamento eficaz, aliada a iniciativa e criatividade de todos os envolvidos nesse processo, como também, dependerá dos movimentos reivindicatórios e das prioridades e políticas para a educação.
O colégio tem tarefas imensas a executar. É ela que difunde conhecimentos e fornece instrumental para a compreensão do mundo do outro e de si mesmo, desenvolvendo o sentido dos valores relacionados a solidariedade, responsabilidade e o respeito as diferenças étnicas e culturais.
É preciso superar as deficiências do processo educativo.

3.3 Equipe Pedagógica

Identificação:                  

Nome: Cesar Claudino
Endereço: Rua Ignácio Felipe, 700
Bairro: Centro
Cidade: Marmeleiro
Estado: Paraná
CEP: 85615-000     Telefone: (46) 3525-1103

Situação Funcional:

Vínculo: QPM
Carga Horária: 20 horas
Estabelecimento de atuação: Colégio Estadual Telmo Octávio Müller-EF
Município: Marmeleiro
Estado: Paraná

Formação:

Graduação: Licenciatura
Curso: Pedagogia
Especialização: Magistério da Educação Básica

Identificação:

Nome:Keissiane Michelotti Geitenes de Avila
Endereço: Rua Ignácio Felipe, 700
Bairro: Centro
Cidade: Marmeleiro
Estado: Paraná
CEP: 85615-000 Telefone: (46) 3525-1103

Situação Funcional:

Vínculo: QPM
Carga Horária: 20 horas
Estabelecimento de atuação: Colégio Estadual Telmo Octávio Müller-EF
Município: Marmeleiro
Estado: Paraná

Formação:

Graduação: Licenciatura
Curso: Pedagogia
Especialização: Gestão Escolar
Mestrado em Educação

Identificação:

Nome: Gleice Aparecida Felipe
Endereço: Rua Ignácio Felipe, 700
Bairro: Centro
Cidade: Marmeleiro
Estado: Paraná
CEP: 85615-000 Telefone: (46) 3525-1103

Situação Funcional:

Vínculo: QPM
Carga Horária: 20 horas
Estabelecimento de atuação: Colégio Estadual Telmo Octávio Müller-EF
Município: Marmeleiro
Estado: Paraná

Formação:


Graduação: Licenciatura Plena
Curso: Pedagogia
Especialização: Educação Especial e Metodologia e Pesquisa no Ensino da Ciência Geográfica

Identificação:

Nome: Vanêz Tomassoni
Endereço: Rua Ignácio Felipe, 700
Bairro: Centro
Cidade: Marmeleiro
Estado: Paraná
CEP: 85615-000 Telefone: (46) 3525-1103

Situação Funcional:

Vínculo: PSS
Carga Horária: 20 horas
Estabelecimento de atuação: Colégio Estadual Telmo Octávio Müller-EF
Município: Marmeleiro
Estado: Paraná

Formação:

Graduação: LIcenciatura
Curso: Pedagogia
Especialização: Psicopedagogia
Especialização: Séries Iniciais
Especialização: Educação Especial
Especialização: Gestão Escolar

Atribuições da Equipe Pedagógica do Colégio Estadual Telmo Octávio Müller

    A Equipe Pedagógica do Colégio Estadual Telmo Octávio Müller, tem como atribuições aquelas constantes no Regimento Escolar e demais normas estabelecidas pela Secretaria de Estado da Educação.
Fazem parte das atribuições todo o trabalho que envolve a dinâmica pedagógica do Colégio, como: planejamentos, orientações de estudo, acompanhamento do desempenho escolar, comunicação entre colégio e comunidade no que diz respeito a aprendizagem, avaliação, organização dos tempos escolares, bem como do espaço para o desenvolvimento da aprendizagem e elaboração de projetos.

3.4 Equipe Administrativa


Nome: Cristiane Zago
Função: Bibliotecária
Formação técnica: Gestão Escolar
Graduação: Licenciatura Plena
Curso: Economia Doméstica
Pós-graduação: Design de Moda


Nome: Eliane Maria Gonçalves
Função: Auxiliar Secretaria
Formação técnica: Gestão Escolar e Técnico em Secretariado pelo IFPR
Graduação: Licenciatura Plena
Curso: Geografia
Pós-graduação: Gestão e Organização da Escola.


Nome: Maria Aparecida Miotti
Função: Adm. Local - Laboratório de Informática
Formação técnica: Multimeios Didáticos
Graduação: Licenciatura Plena
Curso: Letras/Inglês  e Economia Doméstica
Pós-graduação: Psicologia da Educação


Nome: Marlei Dalla Costa
Função: Secretária
Formaçao técnica: Gestão Escolar
Gradução: Licenciatura Plena
Curso: Letras–Espanhol
Pós-graduação: Gestão do Trabalho Pedagógico

Responsabilidades e atribuições da Bibliotecária

I - atender e orientar o usuário em suas necessidades de pesquisa;
II - manter o acervo ordenado, em segurança e boas condições de uso;
III - realizar pesquisas bibliográficas solicitadas por professores e pesquisadores;
IV - realizar o empréstimo a alunos e professores;
V - reparar os livros danificados;
VI - atender aos usuários e visitantes.

Responsabilidades e atribuições do Técnico em  Multimeios Didáticos:

O profissional  Técnico em Multimeios Didáticos, é constituído de conhecimentos, saberes, valores e habilidades  que o credencia como  educador e gestor dos espaços e ambientes da comunicação, tecnologia e experimentação. Desenvolvendo assim, familiaridade com todos os tipos de mídia, estudando cultura, informática, e técnicas de gestão em laboratórios.

Algumas atribuições:

- Cumprir e fazer cumprir o Regulamento de uso do Laboratório de Informática, assessorando na sua organização e funcionamento;
- Auxiliar o corpo docente e discente quando solicitado,  nos procedimentos de materiais e equipamentos de informática;
- Preparar e disponibilizar os equipamentos de informática e materiais necessários para a realização de atividades práticas de ensino no  Laboratório;
- Assistir aos professores e alunos durante a aula no laboratório de informática;
- Participar de eventos, cursos, reuniões,  visando aprimoramento profissional de sua função;
- Receber, organizar e controlar o material de consumo e equipamentos do laboratório de informática;
- Zelar pelo sigilo de informações pessoais de alunos, professores, funcionários e famílias;
- Exercer as demais atribuições decorrentes do Regimento Escolar e aquelas que concernem à especificidade de sua função;
- Organizar cronograma e controlar o uso do laboratório de informática.

Algumas competências específicas:
I) Conhecer a natureza e os elementos historicamente construídos da comunicação humana, do gesto à fala e aos símbolos gráficos;
II) Dominar  os fundamentos das práticas dos laboratórios escolares, bem como dos professores, e dos estudantes no manuseio dos      equipamentos e materiais;
III) Conhecer os fundamentos da informática, o uso do computador no processo de ensino e aprendizagem, da internet como fonte de pesquisa e das novas tecnologias;
IV) Entender a leitura das diversas linguagens e seu uso na instrução e na educação;
V) Prontificar-se  no ensino do uso de novas tecnologias disponíveis na escola;
VI) Dominar o histórico e o desenvolvimento dos audiovisuais ligados à educação, bem como a interpretação crítica de suas formas e conteúdos.

Responsabilidades e atribuições da Secretária:

O profissional em Gestão Escolar - Secretaria, tem conhecimentos, princípios e valores para atuar como gestor da educação escolar, através de concepções de educação, administrativa.

Algumas competências específicas:

I) Conhecer e vivenciar a ética e a transparência na educação pública;
II) Compreender, analisar, elaborar, refletir e vivenciar o projeto político pedagógico do colégio.
III) Compreender e contextualizar, na lei e na prática social, a educação escolar, o Estado e as políticas educacionais;
IV) Dominar, analisar, refletir, fazer relações e mediações entre as normas emanadas dos conselhos de educação e o regimento interno;
V) Ler, compreender e produzir com autonomia, registros e escritas de documentos oficiais, relacionando-os com as práticas educacionais;
VI) Conhecer os fundamentos da administração de materiais. Compreender e fazer relações entre os equipamentos físicos, materiais pedagógicos, educação e aprendizagem.

3.5 Equipe de Serviços Gerais

Nome: Enite Padilha
Função: Auxiliar de Serviços Gerais
graduação: Gestão Pública
Especialização: Gestão Escolar - com ênfase em administração escolar

Nome: Ivonete de Fátima dos Santos
Função: Auxiliar de Serviços Gerais
Formação: Ensino Fundamental

Nome: Ivone Zimmermam
Função: Auxiliar de Serviços Gerais
Formação: Ensino Médio
Formação técnica: Infraestrutura

Nome: Janete M. B. Pauczinski
Função: Alimentação Escolar
Graduação: Gestão Pùblica

Nome: Nelci Terezinha da Rocha
Formação: Ensino Médio

Elisângela Mooz Folle
Função: Auxiliar de Serviços Gerais
Graduação: Licenciatura Plena
Curso: Pedagogia
Especialização: Psicopedagogia

Responsabilidades e atribuições dos funcionários de serviços gerais:

I. zelar pelo ambiente físico da escola e de suas instalações, cumprindo as normas estabelecidas na legislação sanitária vigente;
II. utilizar o material de limpeza sem desperdícios e comunicar a direção com antecedência, a necessidade de reposição dos produtos;
III. zelar pela conservação do patrimônio escolar, comunicando qualquer irregularidade à direção;
IV. auxiliar na vigilância da movimentação dos alunos em horários de recreio, de início e de término dos períodos, mantendo a ordem e a segurança dos estudantes, quando solicitado pela direção;
V. atender adequadamente aos alunos com necessidades educacionais especiais temporárias ou permanentes, que demandam apoio de locomoção, de higiene e de alimentação;
VI. auxiliar na locomoção dos alunos que fazem uso de cadeira de rodas, andadores, muletas, e outros facilitadores, viabilizando a acessibilidade e a participação no ambiente escolar;
VII. auxiliar os alunos com necessidades educacionais especiais quanto a alimentação durante o recreio, atendimento às necessidades básicas de higiene e as correspondentes ao uso do banheiro;
VIII. auxiliar nos serviços correlatos à sua função, participando das diversas atividades escolares;
IX. cumprir integralmente seu horário de trabalho e as escalas previstas, respeitado o seu período de férias;
X. participar de eventos, cursos, reuniões sempre que convocado ou por iniciativa própria, desde que autorizado pela direção, visando ao aprimoramento profissional;
XI. coletar lixo de todos os ambientes do estabelecimento de ensino, dando-lhe o devido destino, conforme exigências sanitárias;
XII. participar da avaliação institucional, conforme orientações da SEED; 
XIII. zelar pelo sigilo de informações de alunos, professores, funcionários e famílias;
XIV. manter e promover relacionamento cooperativo de trabalho com seus colegas, com alunos, com pais e com os demais segmentos da comunidade escolar;
XV. exercer as demais atribuições decorrentes do Regimento Escolar e aquelas que concernem à especificidade de sua função. 

3.6 Conselho de Classe

O Conselho de Classe é órgão colegiado de natureza consultiva e deliberativa em assuntos didático-pedagógicos, fundamentado no Projeto Político Pedagógico da Escola, e no Regimento Escolar, com a responsabilidade de analisar as ações educacionais, indicando alternativas que busquem garantir a efetivação do processo ensino e aprendizagem.
O Conselho de Classe constitui-se em um espaço de reflexão pedagógica, onde todos os sujeitos do processo educativo, de forma coletiva, discutem alternativas e propõe ações educativas eficazes que possam vir a sanar necessidades/dificuldades apontadas no processo ensino aprendizagem.
Quem faz parte – O Conselho de Classe é constituído pelo Diretor, pelos Professores Pedagogos e por todos os professores e alunos representantes que atuam numa mesma turma e/ou ano, por meio de:
I – Pré-Conselho de Classe com toda a turma em sala de aula, sob a Coordenação do professor representante de turma e/ou pelos pedagogos;
II – Conselho de Classe Integrado, com a participação da equipe da direção, dos professores pedagogos, do corpo docente, da representação de alunos, pais de alunos por turma e/ou série.
É responsabilidade da direção presidir o Conselho de Classe e cabe ao pedagogo organizar as informações e dados a serem estudados no Conselho de Classe.

3.7 Conselho Representante de Turmas

O Professor e o aluno regente da turma será escolhido pela turma.
Em todos os trimestres é realizada eleição para escolha de novos alunos regentes e vice-regentes de turma.

Atribuições do Aluno Regente de Turma

Cabe ao representante de Classe: 

1. Ser o elo entre a classe, professor e equipe pedagógica, buscando sempre a harmonia do conjunto (aluno/escola) e o bem comum;
2. Trazer à equipe pedagógica, por escrito, as sugestões ou problemas levantados pela classe;
2.1 Toda e qualquer sugestão ou reclamação apresentada deverá expressar a vontade da maioria dos alunos da classe;
2.2  Os problemas pessoais ou assuntos individuais deverão ser tratados individualmente junto à equipe pedagógica ou direção;
3. Deixar atualizado o mural da sala  (trabalhos, seminários, apresentações, provas, testes, etc...);
4. Dar assistência ao professor sempre que solicitado;
5. Participar dos encontros agendados pela equipe pedagógica, trazendo os assuntos de interesse e previamente discutidos entre o    grupo;
6. Deixar a classe informada sobre os assuntos discutidos em atendimentos com a equipe pedagógica quando for de interesse comum;
7. Incentivar a disciplina em sala de aula e o respeito pelo colégio e por todos os seus componentes (alunos, professores, direção, equipe pedagógica, mantenedores e funcionários);
8. Ser assíduo e ter um bom desempenho e participação nas diversas disciplinas escolares, bem como zelar pelo cumprimento das regras do colégio;
9. Contribuir com o colégio participando ativamente de eventos, projetos, feiras, festas, reuniões, etc;
10. Quando o colega deixar de comparecer às aulas por dois dias consecutivos, o representante deverá comunicar à equipe pedagógica;
11. Incentivar a amizade e a união entre os colegas;
12. Combater a violência, dentro e fora da sala de aula;
13. Procurar conhecer cada companheiro e relacionar-se com todos.

Observações:
“Todos devem zelar pelos ambientes do colégio (desde carteiras, vidros, pintura, cortinas, recolocar cartazes caídos e recolher papéis do chão das salas e pátio)”.

Professores Regentes de turmas - Matutino

  • 6º A - Adriana
  • 6º B - Maria Ilair
  • 6º C - Cláudia
  • 7º A - Ivanir
  • 7º B - Vanusa
  • 8º A - Suzane
  • 8º B - Karla
  • 9º A - Valderez
  • 9 B - Nádia

Alunos Regentes  de turmas - Matutino

6º ano A:  A. M. F.
6º ano B:  V. A. R.
6º ano C:  D. L. B.
7º ano A:  M. C. S.
7ª ano B:  G. V. K.
8º ano A:  H. G. O.
8º ano B: K. S. L.
9º ano A:  L. F. M. D.
9º ano B:  G. M. G.

Alunos vice-regentes de turmas - Matutino

6º ano A: N. P. L.
6º ano B:  A. L. S. A.
6º ano C:  J. A. C.
7º ano A:  G. R.
7º ano B:  J. K. A.
8º ano A:  Y. Z. S.
8º ano B: K. L. B.
9º ano A:  F. P. U.
9º  ano B:  E. M. Z.

Professores Regentes de Turmas - Vespertino
6ª A - Juleide
7º A - Analice
7º B - Lidiane
8º A - Jones
8º B - Josiane
9º A - Tisciana

Alunos Regentes de turma - vespertino

6º ano A: E. P. C.
7ª ano A: A. P. W.
7º B: V. V.  B.
8º ano A: M. E. L.
8º ano B: C. L. B. L.
9º ano A: M. P. S.

Alunos vice-regentes de turma - vespertino:

6º ano A: M. A. M.
7º ano A: G. E. B.
7º ano B: F.
8º ano A: T. B.O.
8º ano B: T. H. B.S.
9º ano A: W. P. C


3.8 Grêmio Estudantil

O que é?

O grêmio é uma organização sem fins lucrativos que representa o interesse dos estudantes e que tem fins cívicos, culturais, educacionais, desportivos e sociais. O grêmio é o órgão máximo de representação dos estudantes do colégio. Atuando nele, o educando defende seus direitos e interesses, e aprende ética e cidadania na prática.

A Secretaria de Estado da Educação entende que toda representação estudantil deve ser estimulada, pois ela aponta um caminho para a democratização da Escola. Por isso, o Grêmio nas Escolas públicas deve ser estimulado pelos gestores da Escola, tendo em vista que ele é um apoio à Direção numa gestão colegiada.

Os Grêmios Estudantis compõem uma das mais duradouras tradições da nossa juventude. Pode-se afirmar que no Brasil, com o surgimento dos grandes estabelecimentos de ensino secundário, nasceram também os Grêmios Estudantis, que cumpriram sempre um importante papel na formação e no desenvolvimento educacional, cultural e esportivo da nossa juventude, organizando debates, apresentações teatrais, festivais de música, torneios esportivos e outras festividades.
As atividades dos Grêmios Estudantis representam para muitos jovens os primeiros passos na vida social, cultural e política. Assim, os Grêmios contribuem, decisivamente, para a formação e o enriquecimento educacional de grande parcela da nossa juventude.

O regime instaurado com o golpe militar de 1964 foi, entretanto, perverso com a juventude, promulgando leis que cercearam a livre organização dos estudantes e impediram as atividades dos Grêmios. Com a redemocratização brasileira, as entidades estudantis voltaram a ser livres, legais, ganhando reconhecimento de seu importante papel na formação da nossa juventude. Em 1985, por ato do Poder Legislativo, o funcionamento dos Grêmios Estudantis ficou assegurado pela Lei n. 7.398, como entidades autônomas de representação dos estudantes.

Grêmio Estudantil - Ações

São muitas as ações do Grêmio Estudantil na escola, entre elas destacamos:

>Integrar os alunos e a comunidade, promovendo eventos culturais como projeção de filmes, peças teatrais, gincanas, concursos de poesia, coral, festival de dança, de música, etc.;

>Organização de campeonatos esportivos nas diversas modalidades;

>Organizar palestras sobre, violência, drogas, sexualidade, meio ambiente, entre outras;

>Organizar e divulgar campanhas de agasalho, de alimentos e de outros recursos para as populações carentes;

>Organizar o jornal e a rádio da escola;

>Organizar movimentos para discussão de assuntos de interesse da escola e da comunidade escolar.

http://www.alunos.diaadia.pr.gov.br/modules/conteudo/conteudo.php?conteudo=145

em 13/02/2014

O Grêmio Estudantil Telmo Octávio Müller foi fundado em 05 de abril de 2004 e desde então, tem como objetivo servir de representação e sustentação dos alunos perante o Colégio, governo, comunidade e demais instâncias da sociedade civil organizada. 

A gestão 2016-2018 do Grêmio Estudantil "Futuro Consciente", está assim constituída e representada:                                       

Presidente
H.G.

Vice-presidente
M.C.

Secretário Geral
L. F. M. D.

1º Secretário:

J. D.

Tesoureiro Geral
G. S.

1º Tesoureiro
D. S.

Diretor Social:

J. S.

Diretor de Imprensa:

C. M.

Esportes
E. M.

Diretor de Cultura:

D.N.T.

Diretor de Saúde e Meio Ambiente
A. B.

Conselheiros:
J.B.C;  A.H.;  M.E.D.;  W.X.;   A.L.;C.L.;   M.P.;

 

                










Validador

CSS válido!

Secretaria de Estado da Educação do Paraná
Av. Água Verde, 2140 - Água Verde - CEP 80240-900 Curitiba-PR - Fone: (41) 3340-1500
Desenvolvido pela Celepar - Acesso Restrito